Blog

A chegada das baleias-franca no litoral brasileiro

Postado por:

A chegada das baleias-franca no litoral brasileiro

Com a aproximação do inverno, começa a expectativa sobre a chegada das baleias-franca no litoral brasileiro. Hoje (15 de maio) recebemos uma informação sobre a avistagem de uma baleia na Praia dos Ingleses, em Florianopolis, SC. Hoje cedo, por volta das 7:30 da manhã, a moradora Gianna Moritz conseguiu flagrar o momento em que uma baleia saltou próximo à praia. A foto do registro ficou um pouco longe, e não da para ter certeza, porém pode se tratar de uma baleia-franca!
As baleias-franca já chegaram na Argentina e no Uruguai, o que é considerado normal para esta época. Em 2018, o primeiro registro no Brasil foi no dia 16/05, em Vila Velha no Espirito Santo. Em Santa Catarina, no entanto, a primeira avistagem confirmada foi no dia 7 de junho, na praia do Mar Grosso, em Laguna. Depois desta data tivemos avistagens esporádicas, incluindo a mãe com seu filhote batizados de Zimba e Imbituba, que foram avistados na praia da Gamboa no dia 21 de junho. A baleia Zimba é nossa velha conhecida, e está no Catálogo Brasileiro de Fotoidentificação das Baleias Franca, mantido pelo Instituto Australis, catalogada desde 2006 com o número de B429.
A expectativa com a possível chegada das baleias em Santa Catarina nos leva à pergunta sobre o número de baleias que virão este ano, já que em 2018 tivemos número recorde de baleias em nosso litoral. No sobrevôo realizado em setembro pela SCPar – Porto de Imbituba e executado pela empresa Acquaplan em parceria com o Instituto Australis, foi registrado número recorde de baleias. Setembro é o mês considerado o pico de avistagem da espécie no litoral brasileiro. Se formos comparar, em 2011, ano em que registramos o segundo maior número de baleias em nosso litoral, a primeira avistagem da temporada foi em 7 de julho!
Essas informações não permitem supor quantas baleias virão para nosso litoral, uma vez que diversos fatores podem influenciar tanto na data de chegada quanto no número de baleias em áreas reprodutivas. Por exemplo, quanto mais alimento disponível, mais baleias podem migrar para áreas de reprodução.
Ficamos na expectativa para esta temporada e já estamos de olho no mar! Avistou uma baleia? No nosso site voce pode contribuir com sua informação e acompanhar as avistagens registradas! http://baleiafranca.org.br/avistagens
Acompanhe as novidades também através das nossas redes sociais @institutoaustralis !
Fotos: Eduardo Renault/Instituto Australis e Gianna Moritz.

0
  Postagens Relacionadas
  • No related posts found.

Adicione um Comentário