Blog

Baleia-franca semi-albina e grupo de acasalamento são registrados em Florianópolis

Segundo os pesquisadores do Instituto Australis, o registro é inédito para a região

Release divulgado em 26/8/2019

Imagens: Eduardo Salgado / Instituto Australis

Na tarde deste domingo (25/08), uma baleia franca semi-albina adulta foi avistada por moradores no Morro das Pedras em Florianópolis. O primeiro registro foi feito a partir da costa, por Heloisa Bentes, que avistou a baleia um pouco distante, e em seguida Gabriela Zimmer enviou fotos, confirmando se tratar da baleia semi-albina. Trata-se do primeiro registro de baleia semi-albina na temporada 2019. Próximo a esta baleia haviam outras baleias adultas. O cinegrafista Eduardo Salgado, parceiro do Instituto Australis, conseguiu fazer o registro com imagens aéreas. No momento do vídeo, um comportamento de “corte” que antecede o acasalamento das baleias franca, foi registrado. Segundo a Diretora de Pesquisa do Instituto Australis, Karina Groch, grupos de baleias adultas em comportamento de acasalamento tem sido pouco avistados nos últimos anos em Santa Catarina, caracterizando a região principalmente como local de nascimento e cria dos filhotes. No entanto no vídeo é possível observar as baleias interagindo em grande intensidade, em um comportamento típico pré-acalasamento. Além disso, é possível observar a baleia semi-albina sendo perseguida pelas outras baleias, o que nos indica quer pode se tratar da fêmea deste grupo. Segundo Eduardo Renault, Coordenador de Pesquisa do IA, as baleias semi-albinas geralmente são macho, uma característica genética de baleias com esta coloração, mas indivíduos fêmea podem ocorrer, e há pelo menos duas ocorrências de baleias semi-albinas fêmeas, uma na Argentina e outra na África do Sul.  No entanto, ainda não há como saber o sexo da baleia semi-albina do grupo registrado no Morro das Pedras.

A temporada reprodutiva das baleias franca vai de Julho a Novembro, e está chegando ao auge, setembro, que é o mês de maior ocorrência dos animais na região. O Instituto Australis realiza o monitoramento diário a partir de pontos fixos ao longo da APA da Baleia Franca, desde a praia da Gamboa até o Cabo de Santa Marta, além do Balneário Morro dos Conventos. Na última semana 36 baleias chegaram a ser contabilizadas no mesmo dia nos pontos monitorados. Nos últimos dias também foram registradas baleias-francas em Torres (RS), no litoral de São Paulo, no Rio de Janeiro, e segundo o Instituto Baleia Jubarte, houve um registro na Bahia.

O próximo sobrevoo de monitoramento e fotoidentificação das baleias- francas em Santa Catarina será realizado em setembro, como parte do Plano de Controle Ambiental do Porto de Imbituba/SCPar. Este será o principal sobrevoo da temporada, após o que poderemos saber o número total de baleias que vieram a Santa Catarina na temporada 2019.

O Instituto Australis coordena o Programa de Pesquisa e Conservação da Baleia Franca Austral, criado em 1982, quando foi confirmado o retorno da espécie à Santa Catarina, e mantém o banco de dados com o Catálogo Brasileiro de Fotoidentificação que contém mais de 1000 baleias catalogadas!

Avistou uma baleia? Nos avise! No nosso site você pode contribuir com sua informação e fotos, além de acompanhar as avistagens registradas!  http://baleiafranca.org.br/avistagens

Acompanhe as novidades também através das nossas redes sociais @institutoaustralis !

Instituto Australis faz registro de um grupo de Orcas no Costão do Santinho em Florianópolis

Release divulgado em 15/07/2019

O grupo era composto por duas fêmeas se deslocando próximo à praia, e um macho um pouco mais afastado.

Neste Domingo (14/07) Ás 12h pesquisadores do Instituto Australis fizeram um inesperado registro de um grupo de orcas na praia do Costão do Santinho em Florianópolis. O grupo era composto por duas fêmeas se deslocando próximo à praia, e um macho um pouco mais longe da costa. As orcas, geralmente chamadas de baleias, na verdade são uma espécie de golfinho: elas possuem dentes ao invés das cerdas filtradoras características das baleias verdadeiras como a Baleia-Franca. A confusão da classificação desses animais vem de uma má interpretação do nome popular da orca, “killer whale”, o qual foi traduzido como “baleia assassina” quando na verdade esse nome foi atribuído a orca pelas várias estratégias de adquirir seu alimento, dentre estes estão inclusas, as baleias.  Isso mesmo! As orcas se alimentam de baleias! Mas se você ficou preocupado pelas nossas tão esperadas baleias-franca que vem nos visitar nossa região nesse período do ano, pode ficar tranquilo! As orcas apresentam vários ecótipos, ou seja, são tipos de orcas que diferem entre si principalmente pelo tipo de alimentação! E por sorte das nossas Francas, as orcas que possuem uma distribuição mais ampla e vem para nossas águas com mais frequência são provavelmente as do tipo que se alimenta principalmente de peixes.

Imagens: Thaise Albernaz/Instituto Australis

Instituto Australis registra a chegada das primeiras baleias-franca em Imbituba

Instituto Australis registra a chegada das primeiras baleias-franca em Imbituba

Release divulgado em 8/7/2019

Fotos: Eduardo Renault/Instituto Australis

A temporada reprodutiva das baleias franca em Santa Catarina começou, com o registro das primeiras baleias na enseada da Ribanceira e Ibiraquera, Imbituba, SC, principal enseada de ocorrência da espécie na região central da Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca.

Os animais foram avistados hoje de manhã cedo, durante o Monitoramento realizado pelo Instituto Australis em parceria com a empresa Aquaplan, como parte do Plano ...

Continue Lendo →

A chegada das baleias-franca no litoral brasileiro

A chegada das baleias-franca no litoral brasileiro

Com a aproximação do inverno, começa a expectativa sobre a chegada das baleias-franca no litoral brasileiro. Hoje (15 de maio) recebemos uma informação sobre a avistagem de uma baleia na Praia dos Ingleses, em Florianopolis, SC. Hoje cedo, por volta das 7:30 da manhã, a moradora Gianna Moritz conseguiu flagrar o momento em que uma baleia saltou próximo à praia. A foto do registro ficou um pouco longe, e não da para ter certeza, ...

Continue Lendo →

Temporada 2018 chegando ao fim: último Sobrevoo registra 21 baleias-francas na região Sul de Santa Catarina

Ultimo sobrevoo foi realizado nesta segunda-feira (5)! A temporada está terminando mas nosso monitoramento por terra continua até o dia 30 na região de Garopaba, Imbituba e Laguna, área central da APA da Baleia Franca! ainda tem algumas baleias pela região, mas é a finaleira mesmo!! veja mais na reportagem!

https://www.sulinfoco.com.br/sobrevoo-registra-21-baleias-francas-na-regiao-sul-de-santa-catarina/

Continue Lendo →

Temporada 2018 já registra número de baleias-franca superior à média dos últimos 3 anos

Após a chegada antecipada, o número de baleias- franca surpreende pesquisadores, neste domingo pelo menos 59 baleias foram registradas no litoral catarinense

A temporada reprodutiva da espécie inicia com da chegada das primeiras baleias, mas a maioria dos indivíduos começam a permanecer nas enseadas a partir de da segunda quinzena de julho, sendo as avistagens iniciais geralmente tratando-se de fêmeas grávidas a procura de enseadas para parir seus filhotes, que passam a permanecer mais tempo nas enseadas após o nascimento do ...

Continue Lendo →

Baleia resgatada há 15 anos reaparece com filhote – dia do retorno, 31 de julho, será o Dia Nacional Da Baleia Franca

A data foi criada para celebrar o retorno das baleias franca ao Brasil, a partir do retorno de uma baleia muito especial

O inverno marca a migração das baleias-franca para o sul do Brasil.  Elas vêm para procriar e acasalar. Isso acontece a cada ano desde a década de 80, quando a população de baleias começou a se recuperar a pós ser intensamente caçada. Atualmente em média cerca de 100 baleias são registradas a cada ano, apesar de que nos últimos ...

Continue Lendo →

Primeiras baleias-franca começam a chegar em Santa Catarina

A temporada reprodutiva da espécie vai até novembro, com pico de ocorrências em setembro

Nesta sexta (15) uma baleia-franca adulta foi registrada na Praia do Rosa, em Imbituba, SC. Foi a primeira avistagem com registro fotográfico nesta temporada. Na semana passada o Instituto Australis recebeu uma informação sobre a presença de baleia em Laguna, próximo à Ilha dos Lobos, porém não foi possível confirmar a espécie.

Há um mês, (16/05), duas baleias franca foram avistadas no estado do Espirito Santo. Foi a ...

Continue Lendo →

Capacitação para atendimento a encalhe de grandes cetáceos vivos

Na última sexta-feira (02), as entidades executoras do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) participaram de capacitação para atendimento a encalhe de grandes cetáceos vivos. O evento, que ocorreu na Praia do Forte, em Praia Grande (SP), contou com a participação de coordenadores, gerentes técnicos, veterinários e assistentes de Comunicação do Instituto Argonauta (SP), Instituto Gremar (SP), Instituto Biopesca (SP), IPeC (SP), UFPR (PR), Univille (SC), Univali (SC), Associação R3 Animal (SC), Projeto Baleia Franca/Instituto Australis ...

Continue Lendo →

21 baleias franca fotoidentificadas nas Georgias do Sul!

ONDE ESTÃO AS BALEIAS FRANCA DURANTE O VERÃO?

O projeto (“Whale: SWIM – Where are they now? Right whales in the South Georgia marine ecosystem)”, uma expedição inédita para pesquisar as baleias franca em uma das suas áreas de alimentação, as Ilhas Geórgias do Sul, teve sua primeira expedição realizada neste verão. O PBF é um dos parceiros deste projeto, liderado pela pesquisadora Jennifer Jackson, da British Antarctic Survey. As primeiras baleias franca da expedição foram avistadas na segunda semana de ...

Continue Lendo →
Page 1 of 2 12