Blog

Instituto Australis registra a chegada das primeiras baleias-franca em Imbituba

Postado por:

Instituto Australis registra a chegada das primeiras baleias-franca em Imbituba

Release divulgado em 8/7/2019

Fotos: Eduardo Renault/Instituto Australis

A temporada reprodutiva das baleias franca em Santa Catarina começou, com o registro das primeiras baleias na enseada da Ribanceira e Ibiraquera, Imbituba, SC, principal enseada de ocorrência da espécie na região central da Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca.

Os animais foram avistados hoje de manhã cedo, durante o Monitoramento realizado pelo Instituto Australis em parceria com a empresa Aquaplan, como parte do Plano de Controle Ambiental do Porto de Imbituba/SCPar.

Ao longo da manhã a equipe do Instituto Australis esteve no local para fazer imagens das primeiras baleias avistadas na região da Rota da Baleia Franca. Eram duas baleias adultas.

As fotos das duas baleias já foram analisadas pela Diretora de Pesquisa do Instituto Australis, Karina Groch, e são baleias já catalogadas. “Sempre sonhei conseguir catalogar as primeiras baleias que chegam na região, e saber quem são!  Agora foi possível, com o auxílio de um drone. Segundo Karina, as duas baleias fotografadas hoje pela manhã são fêmeas. Uma delas, catalogada como B349, é conhecida desde 2004, e já teve 4 filhotes aqui, a outra, B704, é conhecida desde 2013, e já teve 2 filhotes. “Pelo intervalo entre as avistagens, estas baleias possivelmente estão grávidas e devem dar à luz nos próximos dias. Isso é muito emocionante!”, relata Karina.

O Instituto Australis coordena o Programa de Pesquisa e Conservação da Baleia Franca Austral, criado em 1982, quando foi confirmado o retorno da espécie à Santa Catarina, e mantém o banco de dados com o Catálogo Brasileiro de Fotoidentificação que contém mais de 1000 baleias catalogadas!

O primeiro relato confirmado da espécie em Santa Catarina ocorreu na metade de junho, em Bombinhas, no norte do estado, de uma baleia franca sozinha que aparentemente estava só de passagem.

Em 2018 tivemos número recorde de baleias em nosso litoral, porém um número muito acima da média. Diversos fatores podem influenciar no número de baleias em áreas reprodutivas. Por exemplo, quanto mais alimento disponível, mais baleias podem migrar para áreas de reprodução. Segundo Eduardo Renault, Coordenador de Pesquisa do IA, para esta temporada pode vir um número de baleias dentro ou abaixo da média, uma vez que ano passado tivemos uma espécie de “boom” de baleias que possivelmente não reproduziram em anos anteriores. A média de outros anos registrada durante os sobrevôos é em torno de 100 baleias.

Ficamos na expectativa para esta temporada e estamos de olho no mar! Avistou uma baleia? Nos avise! No nosso site você pode contribuir com sua informação e acompanhar as avistagens registradas!  http://baleiafranca.org.br/avistagens

Acompanhe as novidades também através das nossas redes sociais @institutoaustralis !

0
  Postagens Relacionadas
  • No related posts found.

Adicione um Comentário