Retorno econômico direto às comunidades que apóiam a preservação

Uma atividade que gera cerca de 2 bilhões de dólares/ano a nível mundial, o turismo de observação de baleias (ou whalewatching) pode ser praticado na região com grande facilidade e é incentivado pelo Instituto Australis, desde que conduzido com responsabilidade!

O que podemos ver?

Geralmente pares de mãe e filhote são avistados, nadando muito próximo à costa, já que a espécie é costeira em seu período reprodutivo! Muitas vezes podemos visualizar diversos comportamentos, como a mãe expondo a enorme nadadeira peitoral quando vira de ventre para cima, ou a cauda quando está um pouco mais afastada da zona de arrebentação e dá mergulhos mais profundos. É possível ainda visualizar os impressionantes saltos fora d´água, realizados mais frequentemente pelos filhotes mas adultos também podem saltar – e tudo isso muito perto da praia e dos costões!

Quando?

A temporada reprodutiva das baleias francas no Brasil é de julho a novembro, com pico de ocorrência em setembro. Em função da maior quantidade e baleias, o melhor período para observação na principal área de concentração, a APA da Baleia Franca, é entre a segunda quinzena de agosto e primeira quinzena de outubro. As baleias franca permanecem vários dias e até mesmo semanas nas mesmas enseadas!

 

Observando as Baleias Francas sem perturbar

A Lei Federal 7.643/87 e a Portaria IBAMA 117/96, além da Instrução Normativa IBAMA 102/06 que se aplica à Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca, garantem a proteção das baleias contra perturbações indevidas. Conheça algumas das normas para observar as baleias francas sem molestá-las:

  • Respeite as áreas fechadas à observação embarcada na APA da Baleia Franca (veja mapas junto ao texto da IN);
  • Respeite as distâncias de aproximação embarcada (desligar ou colocar os motores em neutro a 100m);
  • Nunca avance bruscamente na direção das baleias;
  • Nunca se aproxime por detrás das baleias, nem intercepte o seu curso, mantenha-se afastado em posição lateral;
  • Não separe grupos de baleias ou mães de filhotes;
  • Nunca religue os motores sem avistar claramente os animais na superfície;
  • Não faça ruídos desnecessários, nem jogue qualquer objeto na água;
  • Não permaneça junto às baleias por mais de 30 minutos;
  • Nunca nade em direção às baleias, o risco de acidentes é grande!

ATENÇÃO

O Instituto Australis é uma instituição de pesquisa e não realizamos passeios comerciais para observação de baleias. No entanto, informamos que para realização de passeios embarcados na APA da Baleia Franca/ICMBio as operadoras devem estar cadastradas pela APA, e a autorização é feita por eles.  A atividade embarcada nesta região foi proibida em 2013 e deve retornar, mas ainda não há data definida.

Lembramos que independente dos passeios embarcados, as baleias franca podem ser observadas facilmente a partir da costa. A avistagem depende das condições do tempo e do mar, já que em dias com mar agitado ou com chuva a visibilidade fica prejudicada e é mais difícil avistar as baleias, mesmo elas estando próximo à costa, como é o hábito da espécie.

Você pode acompanhar nosso mapa de avistagens a localização mais recente das baleias!

Aproveitamos para convidar a visitar nossa sede, na Praia de Itapirubá, em Imbituba, onde possuímos um Centro de Visitantes e um deck para observação das baleias com orientação e acompanhamento de nossa equipe. Nossa sede possui ainda a réplica de um filhote de baleia franca em tamanho natural, uma lojinha com souvenirs exclusivos cuja venda auxilia na manutenção de nossas atividades e em breve iremos inaugurar o Espaço Australis onde estamos montando o esqueleto de uma baleia franca adulta.

Para visitação de grupos pedimos, por gentileza, agendamento prévio por email ou por telefone. Saiba como chegar e horário de funcionamento acessando aqui!

Dicas para uma boa avistagem

  • Para ver as baleias a partir de terra, procure locais elevados e leve binóculos (10×50 são os melhores).
  • Se embarcado, siga as normas acima para não perturbar as baleias, assegurando sua presença por mais tempo.
  • Previna-se contra o frio e os ventos com roupas adequadas.
  • Conheça e respeite a cultura das comunidades locais.

Visite o site da Rota da Baleia Franca para mais informações sobre guias, atividades e hospedagens na região central da APA da Baleia Franca!