Retorno econômico direto às comunidades que apóiam a preservação

Uma atividade que gera hoje cerca de 1 bilhão de dólares/ano a nível mundial, o whalewatching pode ser praticado na região com grande facilidade e vem sendo estimulado pelo Projeto Baleia Franca em parceria com autoridades e empresários locais do setor turístico.

O que podemos ver?

Geralmente pares de mãe e filhote são avistados, nadando em paralelo à costa, e muitas vezes expondo a enorme nadadeira peitoral ou a cauda, ou dando impressionantes saltos fora d´água – tudo isso muito perto da praia!

 

Quando?

A temporada reprodutiva das baleias francas no Brasil é de julho a novembro, mas o melhor período para observação na principal área de concentração, a APA da Baleia Franca, é entre a segunda quinzena de agosto e primeira quinzena de outubro, quando um maior número de baleias francas costuma estar na região, permanecendo por vários dias nas enseadas.

 

Observando as Baleias Francas sem perturbar

A Lei Federal 7.643/87 e a Portaria IBAMA 117/96, além da Instrução Normativa IBAMA 102/06 que se aplica à Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca, garantem a proteção das baleias contra perturbações indevidas. Conheça algumas das normas para observar as baleias francas sem molestá-las:

  • Respeite as áreas fechadas à observação embarcada na APA da Baleia Franca (veja mapas junto ao texto da IN);
  • Respeite as distâncias de aproximação embarcada (desligar ou colocar os motores em neutro a 100m);
  • Nunca avance bruscamente na direção das baleias;
  • Nunca se aproxime por detrás das baleias, nem intercepte o seu curso, mantenha-se afastado em posição lateral;
  • Não separe grupos de baleias ou mães de filhotes;
  • Nunca religue os motores sem avistar claramente os animais na superfície;
  • Não faça ruídos desnecessários, nem jogue qualquer objeto na água;
  • Não permaneça junto às baleias por mais de 30 minutos;
  • Nunca nade em direção às baleias, o risco de acidentes é grande!

 

Dicas para uma boa avistagem

Para ver as baleias a partir de terra, procure locais elevados e leve binóculos (10×50 são os melhores). Se embarcado, siga as normas acima para não perturbar as baleias, assegurando sua presença por mais tempo. Previna-se contra o frio e os ventos com roupas adequadas. Conheça e respeite a cultura das comunidades locais. Informe-se junto à Secretaria de Turismo de Imbituba sobre guias de ecoturismo: Telefones: (48) 3255-2374 e 3255- 8377.